Igreja Cristã - Gnóstica

Litelantes e Samael Aun Weor

Estudemos agora a Doutrina do Cristo à luz da antiga Gnosis, sem dogmas nem fanatismos...

Nesta nova seção, entregamos práticas concretas para que você, amigo leitor, possa se beneficiar com a experiência direta, com a verdade dos fatos, com os segredos da Mãe Natureza, que a todos nos abriga, e descobrir em nosso interior essas faculdades latentes que são inerentes a qualquer ser humano...

Estas faculdades estão aí esperando para ser em liberadas como o gênio da garrafa. Estão prontas para nos ajudar e para nos brindar com facilidades inesperadas, desde que não nos desanimemos em nossas práticas e sirvamos em segredo aos demais.

Escolha a prática que mais o atraía, execute-a com tranquilidade, sem cobiça nem pressa e, de imediato, obterá os primeiros resultados. A primeira coisa que você notará será uma mudança notável na claridade e no conteúdo dos seus sonhos.

Uma recomendação final: Antes de se deitar ou de iniciar as suas práticas, ore de acordo com sua crença, porém com sinceridade e com todo o carinho de que seja capaz. Se desejar também poderá pedir ajuda dirigindo-se à Venerável Mestra Litelantes, já que, sob sua proteção ou tutela está constituída esta Igreja. Igualmente, poderá você invocar o Venerável Mestre Samael Aun Weor.

Finalmente, estimado leitor, você tem nosso correio eletrônico e, por isto, contacte conosco para qualquer consulta ou aclaração que possa necessitar e, certamente, para escutar acerca de seus êxitos pessoais.

Por isto agora, mãos à obra!

Práticas entregues pelo Venerável Mestre Samael Aun Weor

Orações

Conjurações e Exorcismos

Práticas Zodiacais

Desdobramento Astral

Vocalizações - Chacras

Curso de Gnosis

Vídeo-Conferências

ORAÇÕES

Orar é dirigir-se à Divindade, é dialogar com que te ama e deseja o melhor para ti. A oração se constitui na melhor forma desse diálogo. Existem orações com formas ou fórmulas mágicas pré-estabelecidas e outras de forma livre, que brotam espontaneamente do coração e do pensamento. O bom é que ambas as formas adquirem validade em razão do ânimo sincero do suplicante.

As seguintes orações foram entregues pelo V. M. Samael Aun Weor. A obra de onde foram coligidas aparece sintetizada e marcada com uma flecha indicativa [>]. Para maiores informações consulte nossa biblioteca.

Oração a Jeová-Deus

Em nome de Jeová-Deus, Cristo Jesus roga por nossos irmãos, meus pais, minha mãe, meus filhos, meus sobrinhos, por todos os amigos que tenham bom coração, e por mim. Glória a Deus Pai e ao Espírito Santo. Amém. > Medicina Oculta y Magia Prática

Oração do Anjo Gabriel

—Para a Concepção—

Maria não teve dor no parto, porque concebeu seu filho por obra e graça do Espírito Santo. Todos os esposos e esposas do mundo poderiam imitar a Maria e a José, concebendo seus filhos por obra e graça do Espírito Santo “não fornicando”.

Esta é uma chave maravilhosa que permitirá que nasçam crianças inteligentes e cheias de beleza.

O importante é saber abster-se e orar ao Espírito Santo diariamente e a seu santo Anjo Gabriel, para que em sonhos nos faça partícipes da anunciação.

Então o Anjo do Senhor revelará em sonhos o dia e a hora em que os esposos podem realizar o ato sagrado da fecundação.

Esta concepção do Espírito Santo converterá cada lar em um paraíso e desaparecerão os desencantos amorosos e haverá felicidade.

Toda oração ao Anjo Gabriel deve ser feita assim:

 

“Jeová dos Exércitos, se te dignares olhar a aflição de tua serva,
e te recordares de mim, e não te esqueceres de tua serva,
mas deres a tua serva um filho varão,
eu o dedicarei a Jeová todos os dias de sua vida,
e não subirá navalha em sua cabeça”. Amém.
(Vers. 11, Cap. I, Samuel). > O Livro da Virgen do Carmen

Para a Proteção

É preciso fazer um círculo mágico... e benzer os quatro pontos cardeais da terra dizendo a oração do Anjo Gabriel que é a seguinte:

“Treze mil raios tem o Sol, treze mil raios tem a Lua, treze mil vezes sejam arrependidos os inimigos que tenho” >Medicina.

Oração para Combater o Demônio

“Oh! Divino Deus quero que me ajudes a vencer este demônio, em qualquer lugar que eu vá me ajudarás a vencer. Quero que me protejas de todo o mal que venha contra mim. Salva-me de todo o mal. Amém. >Medicina Oculta y Magia Práctica.

Oração de Santa Marta

Para a Defesa do Corpo

Oh! Santa Marta bendita, muito querida e digna de Deus, tu és a que anda no Monte Tabor. Entraste e com a Grande Serpente te encontraste com o cinto da Mãe de Deus a prendeste e a ataste. Assim, ligando o coração de todos os meus inimigos que vieram contra mim, em nome do Pai Eterno e da Santíssima Trindade. Amém. (3 Credos). >Medicina Oculta y Magia Práctica.

Oração Gnóstica de Cura

Recomendamos a seguinte oração para que seja difundida entre os enfermos e aflitos, porém sempre deve ser pronunciada com todo o fervor, intensidade e concentração, levantando os braços.

Recomendamos que você faça hoje, da mesma forma absorto e com o olhar interno para retirar do mais profundo do seu ser, o alento milagroso que aí existe. Não esqueçamos que, nas palavras de um famoso ocultista, por favor, Deus roga a si mesmo...

Com os braços levantados, como quem espera receber por esse meio uma santa influência, é preciso dizer:

"Força Universal e Cósmica, energia misteriosa, seio fecundo de onde tudo nasce:

Tu, Logos Solar, emanação ígnea, Cristo em substância e em consciência, vida potente pela qual tudo avança.

Venha a mim e penetra-me, ilumina-me, banha-me, traspassa-me e desperta em meu Ser todos estas substâncias inefáveis que tanto fazem parte de Ti como de mim mesmo.

Força universal e cósmica, energia misteriosa, eu te conjuro, venha a mim, remedia minha aflição, cura-me deste mal e afasta este sofrimento, para que eu tenha harmonia, paz e saúde.

Peço-te em teu Sagrado Nome, que os mistérios gnósticos e a Igreja me ensinaram, para que faças vibrar comigo todos os mistérios deste plano e de planos superiores. E que estas forças reunidas logrem o milagre de minha cura. Que assim seja!".

Nota: A frase proferida originalmente Mestre Huirakocha em seu "sagrado" e o Mestre Samael ratificou-o em seus ensinamentos, como pode ser visto em seu trabalho. >Medicina Oculta e Magia Prática.

Orações Maias

Oração ao Pai-Sol

Vem, vem diante de ti alto madeiro [do sacrifício]
a merecer de ti tua alegria Belo Senhor meu,
porque tu dás o que não é mau,
as boas coisas que estão sob tuas mãos.
Tens boa e redentora palavra.
Eu vejo o que é bom e o que é mau aqui na Terra.
Dá-me tua luz meu verdadeiro Pai;
Ponhas muito entendimento em meu pensar
E em minha inteligência para que possa reverenciar-te cada dia...
Verdadeiramente eu te imploro a ti Belo Pai de todos os Céus.
És Grande em teu assento nas alturas.
Por isto eu te reverencio Belo único Deus.
Tu dás o bem o mesmo que o mal aqui sobre a Terra.
Eu te chamo...
Cantares de Dzitbalché (Canto 2)

Oração ao Pai e Senhor dos sustentadores dos Tunes

Meu Pai: venho com a frente de meu rosto completamente inclinada.
Há nove dias que não toco nem vejo mulher,
Nem permito que chegue o mau pensamento a minha mente.
Meu Pai, porque venho com minhas novas vestimentas
Assim também, como havereis de ver, meu Pai,
Não busco a maldade do pecado diante de vosso olhar,
Meu Verdadeiro Pai, Único Deus,
Por isso estando pura, branqueante minha alma,
Venho a ver-te em teu lugar, porque a Ti entrego inteiramente minha vontade e meu pensamento aqui sobre a Terra.
Onde vivem todos os homens.
E Tu és o verdadeiro redentor que dá o bem.
Cantares de Dzitbalché (Canto 6)

Oración que dice el Médico cada Uinal (mes)
(Oración mensual del doctor en Medicina)

Para que haja pomolché nos bosques,
beec nos bosques…
prenda na tierra o fixo bacalché,
(o bohom asim no Oriente como no Norte, assim no Poente como no Sul.)

Vem pelos quatros ramais do caminho dos Céus
Onde está a casa da esteira em que rege o sábio Hunabkú,
Aquele que recorda ao homem que a vida é difícil aqui no mundo
Para quem quiser colocar-se no afã de aprender,
E que aqui na Terra da saúde porque é o Senhor do Fogo,
Da água, do ar, da terra,
Senhor deste mundo, de todas as coisas feitas por ele.


O Senhor Hunabkú é quem dá o bom e o mau
Entre os bons e os maus.
Porque Ele dá luz sobre a terra;
Porque é o Dono de todas as coisas
Que estão sob suas mãos
O mesmo o Sol e a Lua;
O mesmo a estrela fumegante
Que é como a flor luminosa dos Céus;
O mesmo as nuvens e também as chuvas
O mesmo o raio e a menor mosca;
O mesmo as aves e os outros animais;
O mesmo...

Cantares de Dzitbalché (Canto 9)

Orações Fundamentais

O Pai-nosso

Pai Nosso que estás nos Céus (I.A.O.)
Santificado seja o teu nome.
Venha a nós o teu Reino (os mundos internos).
Seja feita a tua vontade, assim na Terra como nos Céus.
O pão nosso de cada dia, nos dás hoje.
Perdoas nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.
Não nos deixas cair em tentação, mas livra-nos de todo o mal. Amém.

Nota: esta oração foi deixada por Nosso Senhor, o Cristo, e contém sete petições sagradas para que os devotos do caminho peçam como graça ao Altíssimo.

Nós, os gnósticos, temos que fazer a vontade do Pia, assim na Terra como nos Céus, porém geralmente os homens chamam e invocam o Pai para que Ele faça a vontade deles, ou seja, o contrário.

A Salve Rainha

Deus te salve RAM-IO (Maria),
Cheia de graça,
O Senhor é contigo,
Benditas tu entre as mulheres,
E bendito o fruto de teu ventre “IHESÚS”
Virgem RAM-IO,
Mãe de Deus,
Ruga por nós que temos o eu pecador,
Agora e na hora da morte de nossos defeitos (eus).
Amém.

NOTA: Esta oração e a do Pai-nosso, os gnósticos devem orá-las antes de dormir ou em momentos de perigo. >El Libro de la Virgen del Carmen

*A oração do Pai-nosso é o poder mágico mais grandioso para despertar o chacra do coração. Orar é conversar com Deus. O Pai-nosso serve para conversar com Deus.

O discípulo se deitará comodamente em sua cama. Afastará de sua mente toda classe de preocupações terrenas e depois, bem devagar, meditará durante horas inteiras em cada uma das palavras e frases do Pai-nosso, procurando conversar com o Pai que está nos Céus.

Durante esta prática o discípulo deve adormecer profundamente.

Em visão de sonhos, o Pai que está nos Céus aparecerá ao discípulo que poderá conversar com o Pai familiarmente.

O Pai poderá fazer com que o discípulo tenha certas visões, que deverá aprender a interpretar com o coração. Assim é como todos os discípulos podem conversar com Deus. >Magia Práctica

* Existe também muitas fórmulas ritualísticas maravilhosas, por exemplo, o Pai-nosso. É uma oração verdadeiramente mântrica. O que existe (em realidade) é o fato de que devemos saber orar.

Um Pai-nosso bem orado é algo precioso.

Francamente, quando quero orar um Pai-nosso gasto uma hora para fazê-lo. Parece muito exagerado para vocês quando digo que gasto uma hora, porém é assim irmãos, não posso negar. A verdade é a verdade. Ocorre que para realizar bem esta oração temos que meditá-la. Na meditação se gasta pelo menos uma hora.

Se meditamos no sentido de cada frase, vamos bem longe. Agora, se se nos ocorre meditar no sentido de cada uma das frases do Pai-nosso nos instantes em que estamos adormecendo, o resultado será precioso. Passaremos da meditação ao estado de Samádi, quer dizer, entraremos em êxtase.

Então, podemos ver face a face o Pai, o Pai que está em segredo, o nosso próprio Deus Interno. Então, receberemos ensinamentos de nosso próprio Deus Interno. Poderemos conversar também com os seres mais inefáveis, em estado de meditação profunda.

Um Pai Nosso bem orado é algo precioso, irmãos. Eu gasto normalmente uma hora para rezar um Pai-nosso. É claro que quando faço a oração, faço-a de forma muito profunda, meditando profundamente em cada palavra, em cada frase, adormecendo aí, tremendamente concentrado. O resultado é sempre a iluminação interna.

Aproxima-se a Era de Aquário e é necessário desenvolver todas as faculdades; aproxima-se a Era da Luz e é necessário despertar todos os poderes. Mais do que nunca devemos agora ser práticos — e práticos, repito, — cem por cento.

O tempo de ficar teorizando já passou, irmãos. Agora virão acontecimentos terríveis para a humanidade e é bom que nós estejamos preparados. >Materia, Energía, Mantras.

* Todos dizem, na oração do Pai-nosso: “perdoa as nossas dívidas, assim como nós perdoamos os nossos devedores”.

Porém se alguém não perdoar os seus devedores, os seus inimigos, com que direito pede ao Pai que o perdoe?

Que direito tem, para pedir perdão, quando não é capaz de dar perdão? Com que direito pede caridade, se não é capaz de dá-la? Assim são todos: pedem, mas não dão, e isso é gravíssimo.

O Missionário deve dar. E o que vai dar? Sabedoria e amor aos seus semelhantes. Isso é o que vai dar. Vai dar assistir, vai auxiliar, porém com amor. >Os Três Fatores da Revolução da Consciência.

—NOTA DO EDITOR—

PAI-NOSSO

Mt 6:5 Quando orardes, no sejais como os hipócritas, que gostam de orar de pie nas sinagogas e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Com certeza vos digo que já têm suas recompensas.

Mt 6:6 Porém, vós, quando orardes, entrai em tua habitação, fecha a porta e orai a vosso Pai que está em segredo; e vosso Pai que vê em segredo, vos recompensará.

Mt 6:7 Y E quando orardes, não useis vãs repetições, como os gentios, que pensam que serão ouvidos por seus palavrórios.

Mt 6:8 Portanto, no façais como eles, porque vosso Pai sabe quais as coisas que tendes necessidade, antes que vós possais pedir a Ele.

Mt 6:9-13 Portanto, vós deveis orar assim:

Pai-nosso que estás nos Céus,
Santificado seja o teu nome.
Venha o teu reino.
Faça-se a tua vontade, assim na Terra como nos Céus.
O pão nosso de cada dia, dai-nos hoje.
Perdoa nossas dívidas, assim como nós perdoamos os nossos devedores.
E não nos deixes cair em tentação,
Mas livra-nos do mal.
Porque teus são o reino, o poder e a glória por todos os séculos.
Amém.

Esta última parte se adiciona em algumas publicações da Bíblia, da tradução Reyna-Valera, como este, um costume que remonta ao alvorecer do Cristianismo e sobreviveu na Idade Média, inclusive se empregavam as palavras hebréias correspondentes à Árvore dos Sefirotes — com sincretismo judeu-cristão — e assim chamam ao reino de malkut, ao poder de chesed e à glória gebura.

Dizia-se assim: Tibi sunt Malkut, Chesed et Gebura per aeonas. Amém.

Em realidade, a oração sofreu mudanças ao longo dos séculos e normalmente se misturam as versões dos exaltados evangelistas Mateus e Lucas, porém é um fato que o original da Vulgata — tradução de São Jerônimo da Bíblia, do grego e do hebreu ao latim vulgar, de onde deriva seu nome — onde consta esta passagem de São Mateus, diz claramente: O pão nosso supersubstancial, dai-nos hoje.

A seguir expomos varias versões desta sagrada oração, só para efeito de ilustração, porque entendemos que o melhor é orar com devoção, com o coração, qualquer que seja a versão que a pessoa adote.

A versão acima procura ser a mais literal possível de sua tradução do latim, optando-se por incluir as palavras de São Lucas: o pão nosso de cada dia, dai-nos hoje.

Vulgata:
Evangelium secundum Mathaeus (6:9-15)
Pater noster qui in caelis es
sanctificetur nomen tuum
veniat regnum tuum
fiat voluntas tua sicut in caelo et in terra
panem nostrum supersubstantialem da nobis hodie
et dimitte nobis debita nostra sicut et nos dimisimus debitoribus nostris
et ne inducas nos in temptationem
sed libera nos a malo.Amen

→ Católico:
(Tomado da obra devocional do séc. XVIII)
Pater noster, qui es in caelis:
sanctificetur nomen tuum:
ad veniat regnum tuum:
fiat voluntas tua, sicut in caelo, et in terra.
Panem nostrum quotidianum da nobis hodie:
et dimitte nobis debita nostra, sicut et nos dimisimus debitoribus nostris.
Et ne inducas nos in temptationem:
sed libera nos a malo. Amém

→ Vulgata:
Evangelium Secundum Lucas (11:2-4)
Pater sanctificetur nomen tuum
adveniat regnum tuum
panem nostrum cotidianum da nobis cotidie
et dimitte nobis peccata nostra siquidem et ipsi dimittimus omni debenti nobis
et ne nos inducas in temptationem

Mt 6:14 Porque se perdoais aos homens por suas ofensas, vosso Pai celestial também vos perdoará.

Mt 6:15 Porém, se não perdoais aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas.

Pedid e se vos dará

Mt 7:7 Pedi e se vos dará. Buscai e achareis. Chamai e abri-se-vos-á.

Mt 7:8 Porque todo aquele que pede recebe, e o que busca acha, e ao que chama lhe é aberta a porta.

Mt 7:9 Que homem há entre vós que, ao filho que lhe pede pão lhe dá uma pedra?

Mt 7:10 Ou ao que pede peixe lhe dá uma serpente?

Mt 7:11 Pois se vós, sendo maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos Céus, que dará coisas boas aos que lhe pedem.

Mt 7:12 Assim que, tudo aquilo que queirais que os homens façam por vós, assim também fazeis por eles, porque isto é a Lei dos Profetas.

Retornar

CONJURAÇÕES E EXORCISMOS

PENTAGRAMA ESOTÉRICO
(Formação)

El Pentagrama es símbolo del Verbo Universal de Vida. Se puede hacer resplandecer instantáneamente el Pentagrama con ciertos mantras secretos.

O Pentagrama é símbolo do Verbo Universal de Vida. Pode-se fazer resplandecer instantaneamente o Pentagrama com certos mantras secretos.

Pentagrama Eliphas LeviNos Upanishads Gopalatapani e Krishna encontramos o mantra que tem o poder para formar instantaneamente, no plano astral, a terrível Estrela Flamígera, diante da qual fogem aterrorizados os demônios. Este mantra consta de cinco partes, a saber: KLIM, KRISHNAYA, GOVINDAYA, GOPIJANA, VALLABHAYA, SWAHA. Ao vocalizar este mantra se forma instantaneamente a Estrela Flamígera diante da qual fogem aterrorizados os tenebrosos do Arcano Dezoito. Estes demônios atacam violentamente o iniciado quando está trabalhando na Grande Obra. Os devotos do Matrimônio Perfeito têm que travar tremendas batalhas contra os tenebrosos. Cada vértebra da espinha dorsal representa tremendas batalhas contra os magos negros. Estes lutam para afastar o estudante da Senda do Fio da Navalha.

O poderoso mantra que acabamos de mencionar tem três etapas perfeitamente definidas. Ao se recitar o Klim, que os ocultistas na Índia chamam “a semente de atração”, provocamos um fluxo de energia crística que desce instantaneamente do mundo do Logos Solar, para nos proteger, abrindo-se para baixo uma porta misteriosa. Depois, por meio das três partes seguintes do mantra, infunde-se a energia crística naquele que o recita e, finalmente, por meio da quinta parte, a pessoa que recebeu a energia crística pode irradiá-la com tremenda força para defender-se dos tenebrosos. Então eles fogem aterrorizados.

O Verbo se cristaliza sempre em linhas geométricas. Isto está demonstrado com uma fita magnetofônica. O discurso fica gravado na fita. Cada letra se cristaliza em figuras geométricas. Basta depois fazer a fita vibrar no gravador para que se transmita o discurso. Deus Geometriza. A palavra toma forma de figuras geométricas. Estes mantras mencionados têm o poder de formar instantaneamente, nos mundos supra-sensíveis a estrela flamígera. Essa estrela é um veículo de Força-Cristo. Essa estrela representa o Verbo.

Com o poderoso mantra todos os que estão trabalhando na frágua acesa de Vulcano podem se defender. Este mantra é vocalizado silabando-o. Com este mantra se pode conjurar os demônios que controlam os possessos.

É urgente aprender a criar instantaneamente a estrela flamejante. Com este mantra, podemos criar essa estrela para combater os tenebrosos. -> O Matrimônio Perfeito


* O discípulo também pode se defender de seus inimigos, em casos emergenciais e graves, com estes mantras: KLIM, KRISHNAYA, GOVINDAYA, GOPIJANA, VALLABHAYA, SWAHA. -> Logos, Mantra, Teurgia

* No entanto, antes de se deitar, faça o sinal da estrela microcósmica. Efetivamente, os braços são levantados até que as palmas das mãos se toquem entre si sobre a cabeça; em seguida, estendê-las lateralmente para que se mantenham em posição horizontal, formando o corpo com uma cruz; e, finalmente, cruzam-se os antebraços sobre o peito tocando nesta região com as palmas das mãos, enquanto as pontas dos dedos atinjam a frente dos ombros. -> Logos, Mantra, Teurgia

CÍRCULO MÁGICO

Quando você traçar ao seu redor o círculo mágico, quer seja com a espada ou unicamente com a vontade e com a imaginação únicas em vibrante harmonia, ou ainda ambas de uma só vez, pronuncie os seguintes mantras: HELION, MELION, TETRAGRAMATON.

Com o círculo mágico e o pentagrama esotérico o mago se defende dos ataques dos demônios. -> Medicina e Ocultismo Prático Mágico.  

* O círculo mágico serve para se defender dos ataques dos tenebrosos. Este círculo não deve estar completamente fechado, pois estará interrompido em sua trajetória pelo Selo de Salomão.

Este selo está integrado pelos triângulos antagônicos: o triângulo da luz e o triângulo das trevas.

O primeiro é o Cristo Interno de todo homem, o resplandecente Dragão de Sabedoria: Pai, Filho e Espírito Santo. O segundo é o Dragão Negro das três cabeças, o eu psicológico. Este eu psicológico está constituído pelos três traidores que assassinaram Hiram Abiff, sendo este Mestre o ternário superior do homem, seu Deus interno.

O Dragão negro é triuno: controla os corpos astral, mental e causal. Essa é a Medusa cuja cabeça está cheia de serpentes venenosas.

Assim, o discípulo que quiser se defender das ações de magia negra deve habituar-se a formar, mentalmente, seu círculo. Isso pode ser feito antes de dormir ou sempre que se precisar. -> Logos, Mantra,Teurgia.

CONJURAÇÃO BREVE

Ai Daquele ousado que se atrever a chamar o príncipe dos demônios sem estar devidamente preparado. Ai do atrevido, porque morrerá nas garras da horrível besta.. Porém, o mago bem disciplinado, forte como um guerreiro, estendia a sua mão direita para o príncipe dos demônios e o conjurava com as seguintes palavras: "Em nome de Júpiter, Pai dos deuses, eu te conjuro: "TE VIGOS COSILIM "... E, então, o monstro ficava apavorado. -> A Revolução de Bel

* Submergimo-nos nessas regiões atômicas, habitadas pelos Príncipes das Trevas! Observando atentamente, percebemos que alguém se dirigia até nós com passo firme e decidido. Era Chavajoth! ... Aquele sinistro personagem se revestiu com sua túnica cor de sangue e se dirigiu a nós. Então o conjuramos dizendo assim:
"Em nome de Júpiter, Pai de todos os deuses, eu te conjuro, Chavajoth, TE VIGOS COSILIM".

Estes mantras são de um efeito tremendo. Chavajoth, como que ferido por um raio mortal, levantou o braço como para se defender.

...Finalmente, no meio da caverna, apareceu um estranho personagem negro como o carvão. Um personagem gigantesco, tenebroso e horrível. Estendendo a mão direita em direção àquele monstro horrível, dissemos:

— En nome de Júpiter, Padre de todos os deuses, eu te conjuro, Andrameleck...! TE VIGOS COSILIM...!

O resultado foi tremendo. Aquele demônio, mortalmente ferido pelo raio terrível da Justiça Divina, ficou sob o nosso domínio. -> Esoterismo Tratado de Teurgia

CONJURAÇÃO DOS QUATRO

¡Caput mortum, imperet tibi Dominus per vivum et devotum serpentem.
¡Cherub, imperet tibi Dominus per Adam Jot-Chavah!
¡Aquila errans, imperet tibi Dominus per alas tauri!
¡Serpens, imperet tibi Dominus Tetragrammaton per Angelum et leonem!
¡Michael, Gabriel, Raphael, Anael!
¡Fluat udor per Spiritum Elohim!
¡Manet in terra per Adam Jot-Chavah!
¡Fiat firmamentum per Iod He Vau He Sabaoth!
¡Fiat judicium per ignem in virtute Michael!
Anjo de olhos mortos, obedece ou dissipa-te com esta água santa!
Touro alado, trabalha ou volta à Terra se não queres que te firas com esta espada!
Águia acorrentada, obedece ante este signo (+) o retira-te com este sopro!
Serpente móvel, arrasta-te aos meus pés, ou serás atormentada pelo Fogo Sagrado, e evapora-te com os perfumes que eu queimo.
Que a água volte à agua! Que o fogo arda! Que o ar circule! Que a terra caia sobre a terra! Pela virtude do Pentagrama que é a Estrela Matutina, e em nome do Tetragrama que está escrito no centro da cruz de luz. Amém. Amém. Amém. —> Magia Prática

CONJURAÇÃO DOS SETE

Em nome de Michael, que Jeová te mande e te afaste daqui, Chavajot!
Em nome de Gabriel, que Adonaí te mande e te afaste daqui, Bael!
Em nome de Raphael, desaparece ante Elial, Samgabiel!
Por Samael Sabaoth, e em nome de Elohim Gibor, afasta-te Andramelek!
Por Zachariel e Sachel-Melek, obedece ante Elvah, Sanagabril!
No Nome Divino e humano de Shaddai e pelo signo del Pentagrama que tenho na mão direita, em nome do Anjo Anael, pelo poder de Adão e de Eva que são Jot-Chavah, retira-te Lilith! Deixa-nos em paz, Nahemah!
Pelos Santos Elohim e nos Nomes dos Gênios Cashiel, Sehaltiel, Aphiel y Zarahiel, ao mandato de Orifiel, afasta-te de nós, Moloch! Nós não te daremos nossos filhos para que os devores. Amén. Amén. Amén. —> Magia Prática

CONJURAÇÃO SOLAR PARA VER A DISTANCIA O SER AMADO

Pegue um papel azul, faça um buraco e, em seguida, cheio de amor e com infinita fé olhe através desse orifício o Sol, recitando o seguinte dharani:

"Em nome do Santíssimo e misterioso Tetragrammaton, com infinita humildade, reconhecendo sinceramente que eu sou um infame pecador, te conjuro espírito solar, pelo eterno Deus vivo para que me consoles permitindo que eu veja (fulano ou fula de tal).

Não tento espiar sua vida, nem lhe fazer mal, só quero vê-la com amor.

Anima mea. Valde turbata Est, Domine Sed Tu, Usque quo. Amém, Ra, Amém, Ra, Amém, Ra".

Recite esta oração milhares de vezes fixando sua imaginação, sua vontade e até seus olhos no Sol. Finalmente aparecerá o ser amado, você o verá e terá uma grande felicidade.

Vai ver o ser que você ama, seja ele esposo, esposa, filho, filha, namorado, namorada, etc. Ainda que essa pessoa já tenha falecido, você a verá. -> Medicina

CONJURO REAL

Conjuro a todos os teus inimigos, tanto internos como externos no portão de Belém. Eu os conjuro e volto a conjurá-los se tiverem pacto com o diabo, magia negra ou crenças invertidas. Eu os conjuro e virão humildes aos teus pés, veio como chegou o Cordeiro de Cristo ao pé da Cruz.

Eu os conjuro e virão mansos como chegou o Cordeiro da Cruz ao Pai Eterno. Com dois os vejo, com três os amarro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. (2 a Mãe Natureza e 3 são as principais forças primárias). -> Medicina

INVOCAÇÃO AO MAMA CEFERINO MARAVITA

Em nome de Kalusuanga, Deus primitivo da Luz, filho dos sete mares vermelhos e dos sete raios do Sol, te suplico Mama Ceferino Maravita, que me cures (ou cures a fulano), meu (seu) corpo físico e meus (seus) corpos internos. Amém. Amém. Amém.

INVOCAÇÃO DE SALOMÓN

Potencias do Reino, colocai-vos sob meu pé esquerdo e em minha mão direita!
Gloria e Eternidade, tocai meus ombros e levai-me sobre pelas vias da Vitória!
Misericórdia e Justiça, sede o equilíbrio e o esplendor de minha vida!
Inteligencia e Sabedoria, dai-me a Coroa!
Espíritos de Malkuth, conduzi-me entre as duas colunas sobre as quais se apóia todo o edifício do Templo!
Anjos de Netzach e de Hod, afirmai-me sobre a pedra cúbica de Jesod!
Oh, Gedulael! Oh, Geburael! Oh, Tiphereth!
Binael, sede meu amor.
Ruach Hochmael, sede minha luz.
Sede o que tu és e o que tu serás, oh Ketheriel!
Ischim, asisti-me em nome de Shaddai.
Cherubim, sede minha força em nome de Adonaí.
Beni-Elohim, sede meus irmãos em nome do Filho e pelas virtudes de Sabaoth.
Elohim, combatei por mim em nome do Tetragrammaton.
Malachim, protegei-me em nome de Jehová.
Seraphim, depurai meu amor em nome de Eloah.
Hasmalim, iluminai-me com os esplendores de Elohim e de Schechinah.
Aralim, obrad.
Ophanim, girai e resplandecei.
Ha-Jot-Ha Kadosh, gritai, falai, rugi, mugi.
Kadosh, Kadosh, Kadosh.
Shaddai, Adonai, Jot-Chavah, Eie-Asher-Eie
Halelu-Jah, Halelu-Jah, Halelu-Jah.
Amém. Amém. Amém. —> Magia Prática

EXORCISMOS DOS ELEMENTOS

Faz-se um círculo de fogo e se recita a conjuração dos quatro e dos sete, e a Invocação de Salomão.

O fogo se relaciona com o sul e com a espada; o ar com o oriente e com a pena de ave de alto vôo; a água com o poente, e a terra com o norte e com o báculo de sete nós.

EXORCISMO DO FOGO

Meu Pai, meu Deus, meu Amado, peço-te com todo o meu coração e com toda a minha alma que invoques o Deus dos Elementais do Fogo: AGNI, AGNI, AGNI nós te invocamos, conceda-nos a graça de ordenar e de mandar nas Salamandras do Fogo. Nós te chamamos, em nome do Cristo, pelo Poder do Cristo, pela Majestade do Cristo. Concede-nos a graça de ordenar e de mandar nas Salamandras do Fogo. (Pronuncia-se 3 vezes o mantra INRI).

MICHAEL, Rei do Sol e do Raio; SAMAEL, Rei dos Vulcões; ANAEL, Príncipe da Luz Astral. Assiste-nos em Nome do Cristo, pelo Poder do Cristo e pela Majestade do Cristo.

Salamandras do Fogo, nós te ordenamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, protejas este lugar (casa ou quarto) pelo oriente (+) pelo ocidente (+) pelo norte (+) pelo sul (+) para que as forças do mal não possam causar nenhum dano a este lugar nem às pessoas que estejam nele. —> Magia Práctica

EXORCISMO DO AR

“Spiritus del ferebatur super aquas, et inspiravit in faciem hominis spiraculum vitae. Sit Michael dux meus, et Sabtabiel servus meus, in luce et per lucem. Fiat verbum halitus meus; et imperabo spiritibus, aeris hujus, et refrenabo equos solis voluntate cordis me, et cogitatione mentis mea et nutu oculi dextri. Exorciso igitur te, creatura aeris, per pentagrammaton, et in nomine Tetragrammaton, in quibus sunt voluntas firma et fides recta. Amén. Sela, fiat." Que Así Sea.

[PRONÚNCIA FIGURATIVAMENTE]: “Spíritus Déi ferebátur súper ácuas, et inspirávit in fáchiem hóminis spiráculum víte. Sit Mikjáel dúx méus, et Sabtabiél sérvus méus, in lúche et per lúchem. Fíat vérbum hálitus méus; et imperábo Spiritíbus éris úyus, et refrenábo écuos sólis voluntáte córdis méi, et coyitatióne méntis méa et nútu óculi déxtri. Exorchíso iyítur te, creatúra éris, per Pentagrámmaton, et in nómine Tetragrámmaton, in cuíbus súnt volúntas firma et fídes récta. Amén. Selá, Fíat.”] Que Así Sea.

Obedece-me Silfos e Sílfides do Ar, pelo Cristo, pelo Cristo, pelo Cristo. Amén.

Silfos y Sílfides do Ar, nós te ordenamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, protejas este recinto (casa o quarto) pelo oriente (+) pelo ocidente (+) pelo norte (+) e pelo sul (+) para que as forças do mal não possam causar nenhum dano a este lugar nem às pessoas que estejam nele. —> Magia Práctica.

EXORCISMO DO AGUA

Meu Pai, meu Deus, meu Amado, peço-te com todo o meu coração e com toda a minha alma que invoques o Deus dos Elementais da Água: VARUNA! VARUNA! VARUNA! Nós te invocamos, nós te chamamos, em nome do Cristo, pelo Poder do Cristo, pela Majestade do Cristo. Concede-nos a graça de ordenar e de mandar nas ondinas e nereidas da água. (Pronuncia-se o mantra “M” três vezes).

“Fiat firmamentum in medio aquarum et separet aquas ab aquis, quae superius sicut quae inferius, et quae inferius sicut quae superius ad perpetranda miracula rei unius. Sol ejus pater est, luna mater et ventus hanc gestavit in utero suo, ascendit a terra ad coelum et rursus a coelo in terram descendit. Exorciso te, creatura aquae, ut sis mihi speculum Dei vivi in operibus ejus, et fons vitae, et ablutio pecatorum. Amén, Amén, Amén.

[PRONÚNCIA FIGURATIVAMENTE: "Fíat firmaméntum in médio acuárum, et sepáret ácuas ab ácuis, cué supérius sícut cué inférius, et cué inférius sícut cué supérius, ad perpetránda mirácula réi uníus. Sol éyus páter ést, lúna máter et véntus ánc yestávit in útero súo. Achéndit a térra ad chélum et rúrsus a chélo in térram dechéndit. Exorchíso te, creatúra ácue, ut sis míi spéculum Déi vívi in opéribus éyus et fóns víte, et ablútio pecatórum. Amén, Amén, Amén."]

Ondinas e Nereidas das águas: nós te ordenamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, protejas este recinto (casa o quarto) pelo oriente (+) pelo ocidente (+) pelo norte (+) e pelo sul (+) para que as forças do mal não possam causar nenhum dano a este lugar nem às pessoas que estejam nele. —> Magia Práctica.

EXORCISMO DA TERRA

Meu Pai, meu Deus, meu Amado, peço-te com todo o meu coração e com toda a minha alma que invoques o Deus Da Terra: KITICHI! KITICHI! KITICHI! CHAM-GAM! CHAM-GAM! CHAM-GAM! ARBARMAN! ARBARMAN! ARBARMAN! GOP! GOP! GOP! Nós te invocamos, nós te chamamos, em nome do Cristo, pelo Poder do Cristo, pela Majestade do Cristo. Concede-nos a graça de ordenar e de mandar nos gnomos da terra. (Pronuncia-se o mantra “I. A. O.” três vezes).

Pelo cravo de ímã que atravessa o mundo, pelas doze pedras da Cidade Santa, pelos sete metais que correm dentro das veias da terra e em nome de GOP, obedece-me obreiros subterrâneos.

Gnomos e pigmeus da terra te ordenamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, protejas este recinto (casa o quarto) pelo oriente (+) pelo ocidente (+) pelo norte (+) e pelo sul (+) para que as forças do mal não possam causar nenhum dano a este lugar nem às pessoas que estejam nele. —> Magia Práctica.

EXORCISMO DO SAL

O enfermo se sentará numa cadeira em frente a uma mesa, sobre a qual deverá ter uma toalha branca. Sobre ela se colocarão um Cristo, um copo com água e uma vela acesa. Por sua vez, o taumaturgo (curandeiro) se sentará à frente do paciente. As pessoas interessadas se houverem, como amigos ou parentes do enfermo, também acompanharão ao redor da mesa, sob a condição de possuírem fé sincera e uma grande força.

Depois, quando tudo já estiver bem disposto, se invocará os Grandes Mestres da Luz dizendo em voz alta o seguinte:

INVOCAÇÃO DE SALOMÃO (Citada acima).

Em seguida, o teurgo recitará com toda a sua força anímica, com uma profunda fé e seguro de seu poder, a seguinte conjuração: CONJURAÇÃO DOS SETE DO SÁBIO SALOMÃO (Citada cima).

DESTRUCCIÓN ÍGNEA DE FLUIDOS MALIGNOS Y DE LARVAS:

Além disso, é conveniente ter junto à vítima um incensário com brasas de carvão bem acessas. Assim, o teurgo fará passes magnéticos rápidos e fortes, com sua mão direita, sobre aqueles órgãos enfermos e os arremessará, de imediato, esses fluidos daninhos, desprendidos da vítima, sobre as brasas de carvão acesos.

É indispensável, além disso, colocar sal e álcool em um pátio. Porém, esse sal deve ser preparado previamente com o seguinte exorcismo:

EXORCISMO DO SAL

“In isto sale sit sapientia, et ab omni corruptione servet mentes nostras et corpora nostra, per Hochmael et in virtute Ruach Hochmael, recedant ab isto fantasmata hylae ut sit sal coelestis, sal terrae et terris salis, ut nutrieturbos triturans, et addat spei nostrae cornua auri volantis. Amén.”

[PRONÚNCIA FIGURATIVAMENTE “In ísto sále sit sapiéncia, et ab ómni corrupcióne sérvet méntes nóstras et córpora nóstra, per Jojmael et in virtúte Rúaj Jojmael, rechédant ab ísto fantásmata híle ut sit sal cheléstis, sal térre et térris sális, ut nutriéturbos tritúrans, et ádat spéi nóstre córnua áuri volántis. Amén.”]

A seguir, se aplica fogo ao álcool para que arda com o sal. Nesse preciso instante se orará a invocação de Salomão.

Terminada a cerimônia, o enfermo beberá a água da mesa porque nessa água já estão contidas sagradas.

São Tomás dizia que contra o malefício se deveria utilizar sálvia e arruda, tanto tomadas em infusão como fazer defumações com elas. —> Logos, Mantra, Teurgia

Retornar

PRÁTICAS ZODIACAIS

 

1ariesO trabalho com nosso próprio zodíaco começa precisamente com Áries. O discípulo deve sentar-se numa cômoda poltrona, com a mente quieta e em silêncio, vazia de toda a classe de pensamentos.

O devoto deve fechar os olhos para que nada do mundo externo o distraia. Depois, imaginar que a luz puríssima de Áries inunda seu cérebro. Permaneça nesse estado de meditação todo o tempo que quiser e depois deve entoar o mantra AUM, abrindo bem a boca na vocalização da letra A, arredondando-a com a letra U e fechando-a com a letra M.

A vogal A atrai as forças do Pai, a vogal U atrai as forças do filho, e a M atrai as forças do Espírito Santo. AUM é um

O devoto deve cantar este poderoso mantra quatro vezes durante a prática de Áries e, logo depois, colocando-se de pé em direção ao oriente, estenderá seu braço direito para a frente, movendo a cabeça sete vezes para a frente, sete vezes para trás, sete vezes dando voltas pelo lado direito, sete vezes dando voltas pelo lado esquerdo, com a intenção de fazer com que a luz de Áries trabalhe dentro do cérebro, despertando as glândulas pineal e pituitária, que nos permite a percepção das dimensões superiores do espaço.

É urgente que a luz de Áries se desenvolva dentro de nosso cérebro despertando conciência, desenvolvendo os poderes secretos, contidos nas glândulas pituitária e pineal.

Áries é o símbolo de Rá, Rama, o cordeiro. O poderoso mantra RA, entoado de forma devida, faz vibrar os fogos espinhais e os sete centros magnéticos da espinha dorsal (Astrologia Hermética).

O discípulo deve sentar-se numa cômoda poltrona, durante cinco minutos sem pensar em nada. Depois, deve orar ao Íntimo da seguinte forma:

“Pai meu, Tu que és meu verdadeiro Ser. Suplico-te que te transportes à estrela principal da Constelação de Áries e tragas a esta humilde casa o Gênio principal dessa constelação a fim de que ele cure meu cérebro e desperte todos os poderes ocultos de minha cabeça”.

A seguir, o discípulo com as mãos entrelaçadas sobre o coração, fará uma pequena reverência, saudando o guardião da coluna direita, inspirando fundo, como num suspiro. Depois, pronunciará a palavra de passe: Jachín.

Em seguida, fará idêntica saudação ao guardião da esquerda e pronunciará a palavra: Boaz.

Depois orará ao seu Íntimo dizendo:

“Pai meu, dá os sete passos sagrados até o interior do templo, prostra-te aos pés do Gênio principal de Áries, rogando-lhe que venha despertar os poderes de meu cérebro, inundando de luz minha cabeça”.

A seguir, o discípulo pronunciará o mantra AOM. Este mantra se pronuncia abrindo bem a boca com a vogal “A”, arredondando-a com a vogal “O” e fechando-a com a “vogal M” (³) dessa forma:

AAAAAAAOOOOOOOMMMMMMM.

Este mantra é pronunciado quatro vezes, com a intenção de que a luz inunde todo o cérebro.

Logo após, o discípulo se colocará de pé estendendo a mão direita para frente; moverá a cabeça sete vezes para frente e sete para trás; dará sete voltas pelo lado direito e outras sete voltas pelo lado esquerdo com a intenção de que a luz inunde e atue dentro de todas as glândulas do seu cérebro.

A glândula pineal é influenciada por Marte e a glândula pituitária, por Vênus. A glândula pituitária produz o sono, e a pineal nos incita à luta; sendo assim, enquanto Vênus quer dormir, Marte quer seguir lutando.

Durante o período do Signo de Áries, o discípulo deverá vocalizar, diariamente e por um período de tempo de uma hora, a vogal “I” assim:

i i i i i i i i i i i i i....

Esta vogal vibra a glândula pineal e tem por objetivo desenvolver a clarividência. A glândula pineal bem desenvolvida converte um homem num super-homem. Quando se atrofia, converte a pessoa em um idiota. A pineal encontra-se desenvolvida nas pessoas castas, e atrofiada nos fornicários.

Por conseguinte, se o bom discípulo quiser se transformar em anjo, ficará totalmente proibido de todo coito.

A glândula pineal é a janela de Bra-Hama : uma fonte de acumulação (ou bateria) para o mago. Antes de deitar-se, o discípulo deverá praticar todas as noites, este outro exercício:

O discípulo deve sentar-se numa confortável poltrona por meia hora. Deve fechar os olhos e retirar, de sua mente, todo pensamento. Logo após, imaginar que o Fogo da constelação de Áries desce do céu e penetra nas colunas ígneas.

Esta glândula está situada na parte superior do cérebro. Na pineal reside o poder de ver o ultra de todas as coisas .

Se o discípulo realizar com tenacidade e constância os exercícios de Áries, tornar-se-á clarividente e se iluminará. Durante esses exercícios, o discípulo será assistido pelas hierarquias de Áries, que despertará seus poderes e sanará seu cérebro com tratamentos especiais. O discípulo também poderá usar o poder dessas hierarquias para curar os demais.

Áries é a casa de Marte, o planeta da guerra. As hierarquias vermelhas de Marte deram ao homem o corpo astral. Samael é o chefe supremo do plano astral, juntamente com seus guerreiros.

Meditando diariamente no tatwa tejas , atualizamos os poderes do corpo astral.

O tatwa tejas , ou Éter ígneo é a causa causorum de toda chama. O plano astral é o mundo ardente. (Curso Zodiacal).

1tauroSente-se numa cômoda poltrona, feche seus olhos físicos para que nada deste mundo vão e néscio lhe distraia. Esvazie a mente, afaste de sua mente toda classe de pensamentos, desejos e preocupações etc.

Imagine agora que a luz acumulada durante Áries em seu cálice, em sua cabeça, passa agora no período de Touro à laringe criadora.

Que o devoto entoe o mantra AUM. Abra bem a boca com a vogal “A” e imagine a luz descendo da cabeça à laringe. Vocalize o “U”, imaginando vivamente que a luz inunda a garganta. Aqui deve arredondar bem a boca para entoar U. A última, o M, fechando os lábios, expirando com o ar com força eliminando as escórias que existem na garganta.

Este trabalho é feito entoando quatro vezes o poderoso mantra AUM.

Na glândula tireóide é secretado o iodo biológico e aí se encontra o centro magnético do ouvido mágico.

Con las prácticas de taurus, se desarrolla el oído mágico, el poder de escuchar las sinfonías cósmicas, la música de las esferas, los ritmos del fuego que sostienen a los siete cosmos de acuerdo con la ley de las octavas >Astrología Hermética.

Com as práticas de Touro se desenvolve o ouvido mágico, o poder de escutar as sinfonias cósmicas, a música das esferas, os ritmos do fogo que sustentam os sete Cosmos, de acordo com a Lei das Oitavas. >Astrología Hermética.

Sente-se o discípulo numa cômoda poltrona. Feche seus olhos e afaste de sua mente todo pensamento. Adormeça um pouco e, depois, focalize sua mente internamente, para dentro, voltada para o Íntimo, orando assim:

“Meu Pai, transporta-te agora para a estrela principal de Touro, entra pelas portas do Templo-Coração fazendo as saudações que sabes e roga ao Gênio Sideral dessa estrela e aos seus Anjos, que se dignem a vir até mim para que “preparem” e também curem a minha laringe”.

Depois que você tiver adormecido, imagine a luz que foi acumulada em sua cabeça, descendo agora até a garganta, ao tempo em que pronuncia o mantra A.O.M. Com a vogal “A” imagine a luz descendo da cabeça para a garganta. Vocalize o “O”, imaginando que a luz inunda a garganta. Vocalizando o M, você deverá exalar o ar, expirando as escórias que existem na garganta. Este mantra é pronunciado quatro vezes.

Tenho que advertir os discípulos que as saudações tais como as descrevi, quando falei da prática de Vênus, junto com as palavras de passe “Jachín” e “Boaz”, aplicam-se a todas as estrelas do Céu.

Portanto, os Gênios da Constelação de Touro virão pessoalmente para despertar os poderes da laringe. Se o discípulo tiver alguma doença na laringe, pode solicitar aos Gênios de Touro que promovam a cura, e eles curarão. O discípulo também poderá aproveitar esses poderes para curar outras pessoas.

O discípulo eve vocalizar diariamente, por um período de uma hora, a vogal E, da seguinte forma:  

EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE.

O som vibratório desta vogal despertará o poder do “ouvido oculto”.

A vogal E faz vibrar a glândula tireóide, que é o centro do “ouvido mágico”.

A vogal E também desenvolve em nós a clarividência do corpo-mente.

A vogal E faz vibrar o corpo mental, dando-nos o sintetismo conceitual e o poder para penetrar no íntimo sentido das palavras. (Curso Zodiacal).

1geminisDurante o signo zodiacal de Gêmeos, o estudante gnóstico deve deitar-se de costas e relaxar o corpo. Depois deve inalar o ar cinco vezes exalando-o outras cinco; ao inalar o ar é preciso imaginar que a luz, antes acumulada na laringe, atua agora nos brônquios e nos pulmões. Ao inalar, deve abrir as pernas e os braços para a direita e para a esquerda; ao exalar o ar, fechará as pernas e os braços. (Astrología Hermética).

O discípulo deve se deitar em seu leito horizontalmente; relaxar o corpo e fazer cinco inalações do ar com a intenção de que a luz penetre agora em seus brônquios e pulmões.

Abrirá os braços e pernas com cada inalação e fechará os braços após cada exalação; depois, sentado em uma cômoda poltrona, rogar ao seu Íntimo que se traslade à constelação de Gêmeos para que traga os deuses siderais desses templos, a fim de que prepare seu organismo para a magia práticas. (Curso Zodiacal).

1cancerDurante o período de Câncer, nossos discípulos gnósticos devem praticar na cama, antes de dormirem, um exercício retrospectivo sobre a própria vida. Isso é feito como quando se está vendo um filme a partir do final até o início, ou como quem lê um livro desde o fim até o começo, a partir da última até a primeira página.

O objetivo desse exercício retrospectivo sobre a própria vida é o de poder se autoconhecer e se autodescobrir, reconhecendo as boas e más ações, para estudar o próprio ego lunar, tornando o subconsciente em consciente.

É necessário chegar, de forma retrospectiva, até o nascimento e recordá-lo. Um esforço superior permitirá o estudante conectar o seu nascimento com a morte de seu corpo físico passado. O sono combinado com a meditação e com o exercício retrospectivo permitirá ao estudante recordar-se, tanto da sua vida atual, como das suas passadas existências.

O exercício retrospectivo nos fará conscientes de nosso próprio ego lunar, de nossos próprios erros.

Recordemos que o ego é um feixe de recordações, desejos, paixões, ira, cobiça, luxúria, orgulho, preguiça, gula, amor-próprio, ressentimentos, vinganças, etc.

Se quisermos dissolver o ego, devemos, primeiramente, estudá-lo. O ego é a raiz da ignorância e da dor.

Somente o Ser, Atman , é perfeito, porém Atman não nasce, não morre e nem se reencarna, tal como disse Krishna no Bhagavad Gita .

Se o estudante dorme durante o exercício retrospectivo, tanto melhor, porque, nos mundos internos, poderá autoconhecer-se, recordar toda a sua existência e todas as suas vidas passadas. Astrología Hermética.

Sente-se e imagine esse maravilhoso encontro das forças cósmicas formando o Selo de Salomão na glândula timo. Mergulhado em profunda meditação interna, rogue ao seu Íntimo que penetre no templo sideral da principal estrela de Câncer. Peça a ele para que traga até você as principais hierarquias da Constelação de Câncer com a finalidade de despertar os poderes internos e tratar a glândula timo. Vocalize a letra A por uma hora diária.

Os cancerianos são pacíficos, mas, às vezes, demasiadamente coléricos. Têm disposição para as artes manuais, são muito sensíveis e seu caráter muda de acordo com as fases da Lua. As viagens longas são propícias para os cancerianos que são românticos, amorosos e muito tenazes. (Curso Zodiacal).

1leoAntes de começar as práticas de oração e meditação combinadas, relaze bem o corpo.

Que o discípulo gnóstico se deite em decúbito dorsal, quer dizer, deitado de costas no solo ou em uma cama, pernas e braços abertos para a direita e para a esquerda formando a estrela de cinco pontas ou pentalfa.

Esta posição de estrela pentagonal é formidável por sua profunda significância, porém as pessoas que por algum motivo não podem meditar nessa posição, então meditem colocando seus corpos em posição de homem morto, calcanhares unidos, pontas dos pés abrindo-se em forma de leque, braços nas laterais sem se dobrarem, colocados ao longo do tronco.

Os olhos devem estar fechados para que as coisas do mundo físico não lhe distraia. O sono devidamente combinado com a meditação resulta indispensável para o bom êxito da meditação.

É necessário tratar de relaxar totalmente todos os músculos do corpo e logo concentrar a atenção na ponta do nariz, até sentir plenamente o pulso do coração no órgão do olfato. Depois, seguir com a orelha direita até sentir o pulso do coração nela. Depois, continuar com a mão direita, pé direito, pé esquerdo, mão esquerda, orelha esquerda e nariz novamente, sentindo plenamente o pulso do coração separadamente em cada um desses órgãos onde foi fixada a atenção.

O controle sobre o corpo físico começa com o controle sobre a pulsação. A pulsação do coração tranqüilo é sentida de uma vez toda, em sua totalidade, dentro do organismo, porém os gnósticos podem senti-la à vontade em qualquer parte do corpo, seja na ponta do nariz, numa orelha, num braço, num pé etc.

Está demonstrado pela prática que em se adquirindo a possibilidade de regular, acelerar ou diminuir a pulsação, também se pode acelerar ou diminuir os batimentos do coração.

O controle sobre as palpitações do coração não pode jamais vir dos músculos do coração, senão que depende totalmente do controle da pulsação.

Este é, sem dúvida alguma, o segundo batimento ou grande coração.

O controle da pulsação ou controle do grande coração se consegue totalmente mediante o absoluto relaxamento de todos os músculos.

Mediante a atenção podemos acelerar ou diminuir as pulsações do segundo coração e os batimentos do primeiro coração.

O samádi, o êxtase, o satori ocorre sempre com pulsações muito lentas, e no maha-samádi as pulsações terminam.

Durante o samádi a essência ou buddhata escapa da personalidade e então se integra com o Ser, advindo a experiência do real no vazio iluminador.

Só na ausência do eu podemos praticar com o Pai, Brahma.

Ore e medite para que você possa escutar a voz do silêncio. (Astrologia Hermética).

Durante este signo de leão devemos praticar com especialidade a meditação interna. Aconselho aos meus discípulos que pratiquem a meditação interior naqueles instantes em que se sentem mais predispostos ao sono. Devem dominar totalmente o potro Cérbero da mente. Devem controlar toda e qualquer possível reação da mente diante das coisas e sons do mundo físico.

O Mestre Interno não é a mente. O Mestre Interno não é a emoção. O mestre Interno não é a vontade. O Mestre Interno não é a consciência, nem sequer a inteligência.

O Mestre Interno é o divino testemunho. O Mestre Interno é o Ser. O Mestre Interno é o Íntimo. Por ele, submerso em profunda meditação interna, diga:

“NÃO SOU ISTO”, “NÃO SOU ISTO”, “NÃO SOU ISTO”. "SOU ELE", "SOU ELE", "SOU ELE"

Seja exigente com vosso Mestre Interno pois Ele deve ensinar a você as coisas mais inefáveis. Se sua concentração for intensa, então você adentrará nas maravilhas do Cosmo e aprederá coisas impossíveis de serem descritas com palavras.

Durante este signo de Leão, vocalize diariamente a vogal “O” para despertar o chacra do coração (Curso Zodiacal).

1virgoDurante este signo de Virgem (a Virgem Celestial), deitado de costas com o corpo relaxado, você deve dar com o ventre pequenos saltinhos, com o propósito de que as forças que sobem da terra se carreguem no ventre com os hormônios adrenais.

O estudante gnóstico deve compreender a importância dessa caldeira chamada estômago e acabar para sempre com o vício da glutonaria. (Astrologia Hermética).

* Durante este curso zodiacal de Virgem, você deve vocalizar diariamente a vogal U para desenvolver o centro telepático do plexo solar, assim: UUUUUUU, durante uma hora por dia.

Sente-se em uma cômoda poltrona e focalize a mente em seu Íntimo. Rogue-lhe que se translade aos “templos-corações” das estrelas de Virgem para que traga à sua casa os deuses de Virgem. Tudo isso com o objetivo de que eles despertem seus poderes virginais e cure o seu ventre.

Fique seguro, querido leitor, de que os deuses siderais acudirão ao seu chamado.

 

Seu Íntimo pode entrar e sair do corpo cada vez que quiser e, por isso , Ele não é escravo do corpo. Ele entrará nos templos siderais, fará as saudações de praxe, tal como já ensinamos nas primeiras lições, e trará ao seu lado os deuses siderais que prepararão o seu corpo. (Curso Zodiacal).

1libraColoque-se de pé, na posição de sentido. Com os braços estendidos para os lados em forma de cruz ou de balança, mova-os inclinando a cintura sete vezes para o lado direito e sete vezes para o esquerdo, com a intenção de que todas nossas forças se equilibrem nos rins. O movimento da metade superior da espinha dorsal deve ser como o de uma balança.

As forças que sobem da terra passando pela peneira de nossos pés ao longo de todo o organismo, devem ser equilibradas na cintura e isso se realiza exitosamente por meio do movimento do balancear de Libra (Astrologia Hermética).

Coloque-se de pé, na posição de sentido. Com os braços estendidos para os lados em forma de cruz ou de balança, mova-os inclinando a cintura sete vezes para o lado direito e sete vezes para o esquerdo, com a intenção de que todas nossas forças se equilibrem nos rins.

1escorpioA prática de Escorpião é o maithuna e não só deve ser praticado durante o período de Escorpião, senão durante todo o tempo, de forma contínua até se lograr o segundo nascimento.

No entanto, temos que advertir que nunca deve ser praticado, duas vezes seguidas em uma mesma noite. Só é permitido praticar uma única vez diária.

Também é urgente saber que jamais se deve obrigar ao cônjuge praticar o maithuna quando ele estiver enfermo ou quando a mulher esteja mestruada, em estado de gravidez porque se constitui em delito.

A mulher que tenha dado a luz a algum ser só pode praticar o maithuna depois de quarenta dias após o parto.

O maithuna não impede a reprodução da espécie, porque a semente sempre chega à matriz sem a necessidade de se derramar o sêmen. As múltiplas combinações da substância infinita são maravilhosas.

São muitos os estudantes de Ocultismo que se queixam porque fracassam, porque sofrem de descargas seminais, porque não conseguem evitar a ejaculação seminal. A esses estudantes lhes aconselhamos uma pequena prática de cinco minutos nos dias de sexta-feira de cada semana se o caso for muito grave, ou uma pequena prática de cinco minutos diários, se o caso não é muito grave.

Depois de um ano com essas pequenas práticas de cinco minutos de maithuna, pode ser aumentada para mais cinco minutos mais por outro ano. Ao terceiro ano se praticará quinze minutos diários. Assim, pouco a pouco, em cada ano, a prática do maithuna pode ser aumentada até que ao estudante já seja capaz de praticar por uma hora diária (Astrologia Hermética).

Marte, em Escorpião, agora faz chegar os átomos de Buda até o sistema seminal para obter a cristificação do homem. Os átomos búdicos, sob a força de Marte nos converterá em Cristos-Vivos.

Buda, o Cristo dos marcianos, palpita agora dentro de nosso sistema seminal. Nosso corpo e nossos átomos búdicos conferem-nos o dom de “sentir” o conhecimento supremo. A Consciência Búdica é agora guerreira, fazendo nascer um novo tipo de guerreiros: da luz, os paladinos da Nova Era. Após as guerras deste século surgirá a Nova Era, porque Marte é agora búdico.

O sacrifício de Buda em Marte foi como o de Cristo entre nós. Buda preparou-se, na Terra, para converter-se, posteriormente, no Cristo dos marcianos.

Os nativos de Escorpião são de forte vontade, mas devem combater o defeito da ira, do rancor e da vingança. Os nativos de Escorpião são ou totalmente castos ou totalmente fornicários. Antes dos trinta anos sempre terão que passar por uma amargura.

A pedra de Escorpião é o topázio, a cor é o vermelho forte e o metal é o ferro.

Filhos dos homens! Querem entrar na dita inefável do Nirvana?

Vocês querem se converter em deuses?

Querem se converter em Cristos?

Querem se livrar da “roda de nascimentos e de mortes?”

Dei a vocês aqui a chave da magia sexual! O que mais querem?

1sagitarioSente-se de cócoras do mesmo modo que as índias huacas peruanas. Coloque as mãos sobre as pernas, com os dedos índices assinalando para acima, para o céu, para que possa atrair os raios do planeta Júpiter e magnetizar intensamente as artérias femurais e as pernas.

O mantra dessa prática é ÍSIS. Ísis é a Mãe-Divina. Pronuncia-se este mantra alongando o som de cada uma das quatro letras que o compõem: IIIIIISSSSSS IIIIIISSSSSS, repartido em duas sílabas IS-IS.

Com esse exercício se desperta a clarividência e o poder da polividência, que nos permite estudar os Arquivos Akhásicos da Natureza. Com isso, podemos conhecer a História da Terra e de suas Raças.

*Sente-se de cócoras , ao modo das huacas peruanas. Coloque suas mãos sobre as pernas com os dedos índices assinalando para cima, para o céu, para atrair os raios de Júpiter, tal como nos ensina Huiracocha. Tudo isso com a finalidade de magnetizar intensamente as artérias do fêmur.

O mantra utilizado é ISIS, que é vocalizado da seguinte forma:

IIIIIIIIIIIISSSSSSSSSIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSS 

Deve-se pronunciar o S igual a um som sibilante, como o ar. Com esta chave, você poderá desenvolver totalmente a clarividência, obtendo o poder para ler os “arquivos akáshicos da natureza”.

Agora, você deve meditar intensamente no Íntimo, rogando-lhe que traga o Anjo Zachariel para que lhe ajude. (Curso Zodiacal).

1capricornioDurante o signo de Capricórnio, imagine um ataúde ou caixão de defunto no solo. Caminhe sobre esse imaginário ataúde, imaginando-o no centro das pernas; ao caminhar dobre os joelhos, como se fosse saltar um obstáculo, passando as pernas sobre o ataúde, fazendo girar os joelhos da direita para a esquerda. Tudo isso com a mente concentrada nas pernas, mantendo a firme intenção de que elas se carreguem com chumbo de Saturno.

Os mestres-maçons entenderão muito bem essa prática para o período de Saturno, porque são os mesmos passos do mestre-maçom ao entrar na Loja. (Astrologia Hermética).

 

* Imagine um ataúde no solo. Você deve caminhar sobre esse ataúde imaginado, porém deixando-o no centro das pernas para caminhar dobrando os joelhos, como se fosse para saltar um obstáculo. Girar os joelhos da esquerda para a direita, com a intenção de que eles se carreguem com o chumbo de Saturno, tal como nos ensina o grande Guru “Huirakocha”.

É urgente praticar também, diariamente, os exercícios de meditação interna, rogando a nosso Íntimo para que se translade aos templos siderais, trazendo-nos os gênios principais dessa constelação a fim de que eles despertem os chacras dos joelhos e seus respectivos poderes. (Curso Zodiacal).

1acuarioO signo de Aquário governa as panturrilhas. Os brasileiros chamam as panturrilhas de “barrigas das pernas” e não se equivocam, porque, certamente, as panturrilhas são ventres magnéticos maravilhosos.

As forças que sobem da Terra, depois de passarem pela peneira dos pés, chegam às panturrilhas, em seu caminho ascendente, onde se encontram com as forças que descem do alto, do céu, de Urano.

As forças que sobem e as que baixam, quando se encontram, magnetizam de forma intensa as panturrilhas; por isso, as panturrilhas encontram-se carregadas de erotismo. Agora fica explicado o porquê de os “animais intelectuais” sentirem-se tão atraídos pelas panturrilhas bem formadas das mulheres.

Durante o signo de Aquário, os discípulos devem fazer passes magnéticos com suas duas mãos sobre as panturrilhas, de baixo para cima, com o propósito de magnetizá-las poderosamente. Devem manter o vivo anelo de carregar as panturrilhas com as forças extraordinárias da constelação de Aquário.

Esses passes magnéticos devem ser combinados com a seguinte oração: Força passa, força passa, força passa, penetra em meu organismo, sobe para unir-te com tua irmã, a corrente que vem do alto, do céu, de Urano. (Astrologia Hermética).

O discípulo massageará as panturrilhas de baixo para cima, orando da seguinte forma:

Força passa! Força passa! Penetra em meu organismo. Corrente que vem de baixo, ascende e une-te com tua irmã, a corrente que vem de cima, do Céu, de “Urânia”.

Depois, o discípulo se entregará à meditação interna, rogando ao seu Íntimo que entre nos templos siderais de Aquário para que traga os gênios dessa constelação a fim de conseguir a iluminação. (Curso Zodiacal).

1piscisDurante o signo de Peixes deve-se vocalizar por uma hora diária.

Recordemos que no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus.

Nos antigos tempos as sete Nos antigos tempos, as sete vogais da natureza ressoavam em todo o organismo humano desde a cabeça até os pés. Agora é necessário restaurar as sete notas da harpa maravilhosa de nosso organismo para restaurar os poderes perdidos.

A vogal I faz vibrar as glândulas pineal e pituitária; estas duas pequeninas glândulas da cabeça estão unidas por um canal ou capilar sumamente sutil que não aparece nos cadáveres.

A glândula pineal encontra-se na parte superior do cérebro, e a pituitária, no plexo cavernoso entre as duas sobrancelhas.

Cada uma dessas pequenas glândulas tem sua aura vital. Quando as duas auras se misturam, desenvolve-se o sentido espacial, proporcionando a visão do ultra de todas as coisas.

A vogal E faz vibrar a glândula tireóide, que secreta o iodo biológico. Essa glândula se encontra na garganta onde está localizado o chacra do “ouvido mágico”.

A vogal O faz vibrar o chacra do coração, centro da intuição, e põe em atividade toda classe de poderes para se sair em astral, em estado jinas , etc.

A vogal U faz vibrar o plexo solar, situado na região do umbigo, que é o centro telepático ou cérebro emocional.

A vogal A faz vibrar os chacras pulmonares, que nos permitem recordar nossas vidas passadas.

NOTA DO TRADUTOR: A “vogal M”, tida no meio profano como consoante é vocalizada com os lábios fechados, sem abrir a boca. Assim, o som que sai pelo nariz corresponde à “vogal M”. (Nota do tradutor: As letras M, S, R são consideradas vogais no sentido esotérico, pois é pronunciada isoladamente, sem anteparo de uma vogal, como sói ocorrer com as todas as consoantes).

A vogal M faz vibrar o ens seminis , as águas da vida, o mercúrio da filosofia secreta.

A “vogal S” é um assobio doce e aprazível que faz vibrar o fogo em nosso interior.

Sentado numa cômoda poltrona você deve vocalizar: I. E. O. U. A. M. S., levando o som de cada uma das sete vogais desde a cabeça até os pés.

É necessário inalar e depois exalar o ar juntamente com o som da vogal bem prolongado até esgotar a exalação.

Essa prática deve ser feita diariamente para que possa desenvolver os eternos poderes mágicos. (Astrologia Hermética).

Nosso corpo é como uma harpa musical na qual devem ressoar, incessantemente, as sete vogais da natureza. Portanto, durante o período de Peixes, é necessário vocalizar o som das sete vogais da seguinte forma:  

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII..., EEEEEEEEEE..., OOOOOOOO..., UUUUUUUUUU..., AAAAAAAAAA..., MMMMMMMM..., SSSSSSSSSS...

Deve-se levar o som de cada uma destas sete vogais da cabeça até os pés. O Mestre Huiracocha disse que uma hora de vocalização diária vale mais do que ler um milhão de livros de Teosofia Oriental. (Curso Zodiacal).

Retornar

DESDOBRAMENTO ASTRAL

—Ajuda dos Anjos Guardiães—

Todo discípulo é assistido por um Guru, pelo Anjo Guardião. Antes de iniciar a prática de saída em astral, i9nvoque o auxílio do Mestre ou Anjo Guardião. Rogue, antes de tudo, ao Deus Interno para que Ele, em língua sagrada, chame o Guru.

Indubitavelmente, esse Mestre torna factível tirar o discípulo conscientemente em corpo astral.

Não poucos estudantes perderam totalmente suas faculdades com os maus hábitos e costumes que tiveram em reencarnações passadas; agora sofrem o indizível porque, apesar de conhecerem todas as chaves gnósticas, não conseguem sair conscientemente em corpo astral.

Nas selvas da Amazônia e de Putumayo existe uma planta portentosa chamada iaguê. Os piaches das tribos tomam o chá dessa planta, misturado com o guarumo, e saem em astral.

Se um estudante gnóstico, que não possua a faculdade de sair conscientemente em corpo astral beber essa infusão, instantaneamente conseguirá o desdobramento consciente. E se a utilizar diariamente, durante algum tempo, adquirirá a faculdade de “astralizar-se”. Depois, ainda que já não tome mais, não necessitaria, pois se instalaria permanentemente nele essa faculdade . (Logos, Mantra, Teurgia).

—Chave Régia—

Viajando com o Eidolón ou duplo mágico muito distante do corpo físico, andei por diversos países europeus buscando o abate; porém ele não aparecia em nenhuma parte. Imediatamente, de forma inusitada, senti um chamamento telepático e adentrei em uma luxuosa mansão... ali estava o abade, mas....

Oh, Surpresa! Maravilha! O que é isto? Eliphas [(Lévi] convertido em criança e dentro de seu berço. Um caso verdadeiramente insólito, certo?

Com profunda veneração, bem quietinho, aproximei-me do bebê dizendo: mestre, trago a lição; o mais monstruoso que existe sobre a Terra é o ódio. Agora quero o que me prometeste. Daí-me a chave...

Todavia, diante de meu assombro, aquela criancinha se mantinha calado enquanto eu me desesperava sem compreender que o silêncio é a eloqüência da sabedoria.

De vez em quando o tomava em meus braços desesperado, suplicando-lhe, mas tudo em vão. Aquela criatura parecia a esfinge do silêncio. Quanto tempo duraria isto? Não sei, na eternidade não existe o tempo, e o passado e o futuro se irmana dentro de um eterno agora.

Por fim, sentindo-me defraudado, deixei o garotinho entre seu berço e saí triste daquela casa antiga e nobre.

Passaram-se dias, meses e anos e eu continuava me sentindo defraudado; sentia como se o abade não houvera cumprido com a palavra empenhada com tanta solenidade, mas um dia qualquer veio a mim a luz.

Então, recordei aquela frase do Kabir Jesus: “Deixai vir a mim as cirancinhas, porque delas é o reino dos céus”.

Esse retorno, esse regresso ao ponto de partida original, não é possível sem antes haver morrido em si mesmo; a essência, a consciência, desafortunadamente, está engarrafada dentro de todos esses agregados psíquicos que em seu conjunto tenebroso constitui o ego. Só depois de aniquilar tais agregados sinistros e sombrios pode-se despertar a essência em estado de inocência primígena. Quando todos os elementos subconscientes forem reduzidos a poeira cósmica, a essência é libertada. Então, reconquistaremos a infância perdida.

Novalis disse: “A consciência é a própria essência do homem em completa transformação, o ser primígeno celeste”.

Torna-se claro e manifesto que quando a consciência desperta, o problema do desdobramento voluntário deixa de existir.

Depois que compreendi profundamente todos esses processos da psique humana, o ABATE me entregou, nos mundos superiores, a segunda parte da chave régia.

ASANA. O estudante gnóstico deve se deitar na posição do homem-morto: decúbito dorsal (com a boca para cima). Abra as pontas dos pés em forma de leque tocando os calcanhares. Os braços estendidos ao longo do corpo; todo o corpo físico bem relaxado (Mistério do Áureo Florescer).

  —Discernimento—

Outra chave, que também tem dado muitos bons resultados para sair em astral é a do discernimento. Durante o dia vocês vão pelas ruas, por exemplo, e, de repente, encontram-se com um amigo que há anos não via.

Nesse caso, busquem vocês mesmos a reflexão e perguntem-se a si mesmos: Será que estou em astral? Estarei fora de meu corpo? Logo, dêem um salto com a aintenção de flutuar. É calro que se flutuarem é porque estarão em astral.

Que tal se vocês vão pela rua e logo se encontram com um amigo que morreu há vinte ou trinta anos atrás?

O mais lógico é que vocês mesmos reflitam, que se perguntem a si mesmos. Estarei em astral? Depois, devem dar um saltinho e se flutuarem é porque estão em astral.

Se vocês vão por uma rua, por exemplo, e, de repente se deparam com uma multidão, então, irmãos, reflitam um pouco, só por uns instantes, porque não custa nenhum trabalho a vocês fazerem isto.

Perguntem-se a si mesmos: Será que estou em astral? Depois, façam um ensaio: dêem um salto com a intenção de flutuar. Se flutuarem é porque estão em astral, certo?

Se vocês , por exemplo, vêem por aí uma vitrine em algum armazém, onde há um objeto curioso, pois façam vocês mesmos a pergunta: Estarei em astral?

Muitas vezes, os estudantes fazem essa pergunta a si mesmos e, ao darem um saltinho, o resultado é que estavam em astral, estavam realmente no mundo astral, porém andavam inconscientes, crendo que estavam em carne e osso.

Dessa maniera, irmãos, é preciso aprender a discernir. Ouçam bem: discernir.

Nas horas do sono normal, a pessoa vive nos mundos internos com a consciência adormecida. Alí, nos mundos internos nós, os irmãos maiores, vemos os carpinteiros em suas carpintarias. Os vendedores de produtos comerciais em seus armazéns; os motoristas dirigindo seus carros , suas máquinas etc. E todos estão completamente convencidos de que estão em carne e osso. Quando se lhe pergunta, a algum amigo sobre isso: Em que mundo se encontra? Onde crê que você está agora, meu amigo? Ele sempre responde que está “em carne e osso”. E se lhe diz que está em astral, nunca crêem, sempre zombam. Se essas pessoas despertassem a consciência, nos mundos internos entrariam nos templos, transformam-se radicalmente. Porém como essas pessoas nunca fazem esse exercício que aqui ensinamos, vivem sempre com a consciência adormecida.

Se vocês fazem esta prática, e durante todo o dia (a cada minuto, a cada segundo, na presença de alguma pessoa que faça muito tempo que não a veja, ou na presença de um objeto estranho, na presença de uma multidão etc), se se fazem a pergunta, é claro que irmãos que esse exercício fica gravado muito bem no subconsciente. O resultado é que à noite tornam a fazer a mesma pergunta no mundo astral e, obviamente, AL fazê-la estando em astral, então despertam a consciência, entendido? Isso porque o que a pessoa faz durante o dia se repete à noite, durante o sono. Se você se acostuma a fazer este exercício durante o dia, é claro que durante a noite tornam a fazê-lo (durante o sono). Ao fazer isso durante o sono, então despertam consciência e podem visitar os templos da Loja Branca; podem invocar os anjos (O Poder dos Mantras).

*Durante as horas do sono, todo ser humano se move em astral, flutua fora do corpo físico. Desgraçadamente, os seres humanos perambulam durante o sono nos mundos internos com a consciência absolutamente adormecida. Pelo comum, dedicam-se a realizar as mesmas tarefas executadas na vida diária. Se despertasse a consciência quando está fazendo as tarefas noturnas, teria oportunidade de contemplar com seus olhos astrais todas as maravilhas dos mundos superiores e poderia dedicar-se ao estudo dos grandes mistérios da vida e da morte.

Revelaremos uma chave precisa para despertar a consciência astral, durante o tempo do sono normal, nos mundos superiores.

Exercício: Durante o estado de vigília, a cada instante, dentro do tráfego da vida diária, há que se acostumar ao “discernimento”. Quando o estudante ver, por exemplo, um formoso pôr-do-sol com todas as suas cores purpúreas, o mais lógico que deve fazer é perguntar-se a si mesmo: Estarei em corpo astral? Andarei fora do corpo físico?

Então, deve procurar dar um pequeno salto, um pulo para cima com a intenção de flutuar. Se conseguir flutuar és porque está em corpo astral; é porque deixou seu corpo físico adormecido na cama, inativo, mesmo assim, com todas as suas funções vitais.

Devem admitir e recordar os discípulos gnósticos que, durante o sono, as almas vêem astralmente as coisas exatamente iguais às existentes no mundo físico e, por isso, qualquer um crê firmemente que se encontra em corpo físico. O que ocorre é que, enquanto nos mundos internos reina a lei da levitação, no mundo físico rege a lei da gravidade.

Portanto, assim, o saltinho resolve o problema e, se flutua em astral, despertará a consciência.

Todo detalhe, toda coisa digna de curiosidade, toda bela paisagem da natureza deve ser motivo suficiente para que o estudante se formule aquelas perguntas e execute o salto (Logos, Mantra, Teurgia).

Retornar

VOCALIZAÇÕES, CHACRAS

—Com os Mantras I, E, O, U, A—

O Dr. Krumm Heller aconselhava a seus discípulos, uma hora diária de vocalização. Dizia o Dr. Krumm Heller que se deve vocalizar na seguinte ordem: IIIII...EEEEE...OOOOO...UUUUUU...AAAAA.

O Dr. Krumm Heller aconselhava conduzir o som de cada vogal desde a cabeça até os pés. O Dr. Krummm Heller queria dizer que nos identificássemos com o som, conduzindo-o imaginativamente desde a cabeça até os pés, pois assim despertarão todos os poderes do homem.

O método de Krumm Heller é como se segue: IIIIII EEEEEE OOOOOO UUUUUU AAAAAAAA.

O Dr. Krumm Heller dizia que o discípulo devia vocalizar uma hora diária; era o sistema que ensinava o grande <estre Huiracocha (Krumm Heller).

Nós, juntamente com os irmãos da Serra Nevada de Santa Marta, lá em nosso Summum Supremum Sanctuarium Gnóstico vocalizávamos fazendo cadeias ou também vocalizávamos sozinhos, individualmente cada um (O Poder dos Mantras).

* É urgente que todos os irmãos gnósticos compreendam neste Natal de 1965, a necessidade de estudar música.

É urgente que todos os irmãos gnósticos cantem sempre as cinco vogais I, E, O, U, A.

É necessário compreender o valor da palavra e não profaná-la com pensamento indigno. (Filosofia Gnóstica)

* As vogais I-E-O-U-A são vocalizadas da seguinte forme:

I. PLEXO SOLAR
E. PLEXO LARÍNGEO
O. PLEXO CARDÍACO
U. PLEXO SOLAR
A. PLEXO PULMONAR

Aquele que aprende a meditar no chacra ajna adquire os oito poderes maiores e os 32 poderes menores. A clarividência psíquica é uma porta aberta diante de ti, porém é necessário que adquiras a potência, guarde a Palavra do Senhor para que não caias em tentação. (Mistérios Maias).

* Chacra frontal. Faculdade: clarividência. Desenvolve-se com a entoação da vogal I, assim: IIIIIII...

* Chacra laríngeo. Faculdade: ouvido mágico. Desenvolve-se entoando a vogal E, assim: EEEEEEE...

* Chacra cardíaco. Faculdades: intuição, inspiração, desdobramento astral etc. Desenvolve-se vocalizando a letra O, assim: OOOOOOO...

* Chacra umbilical. Faculdade: telepatia. Desenvolve-se entoando a vogal U, assim: UUUUUUU...

* Chacras pulmonares. Faculdade: recordação de experiência passadas. Desenvolve-se cantando a letra A, assim: AAAAAAA...

I, E, O, U, A, é a ordem das vogais; com estas letras formam todos os mantras.

Dizia o Dr. Krumm Heller que uma hora diária de vocalização era melhor que ler um milhão de livros de pseudo-esoterismo e pseudo-ocultismo.

Eu então inalava com avidez suprema o prana cristônico, o alento vital das montanhas e logo exalava lentamente fazendo ressoar a vogal correspondente.

Para maior calridade manifesto que cada vogal ia precedida por uma inalação e só ressoava ao exalar (é óbvio que inalava pelas narinas e exalava pela boca).

Resultados concretos. Todos os meus chacras ou centros magnéticos intensificaram suas atividades vibratórias girando positivamente, da esquerda para a direita como os ponteiros de um relógio, visto, não de lado, senão de frente.

Exercício retrospectivo. Com muita didática nos ensinou o professor, certo exercício retrospectivo maravilhoso. Aconselhou-nos jamais nos movermos no leito, no momento do despertar, explicando-nos que com tal movimento se perdem as recordações.

É inquestionável que durante as horas do sono as almas humanas viajam fora do corpo físico. O importante é não esquecer nossas experiências íntimas ao regressar ao corpo.

Indicou-nos praticar, nesse preciso momento, um exercício retrospectivo com o inteligente propósito de recordar fatos, ocorrências e lugares visíveis nos sonhos.

Resultados. Declaro solenemente que tal exercício psíquico me resultou assombroso porque minhas recordações se fizeram mais vívidas, intensas, profundas.

Plexo solar. De acordo com as instruções do professor, diariamente, preferivelmente ao sair do Sol, sentava-me comodamente em uma maravilhosa poltrona com o rosto para o oriente.

Extraordinariamente imaginava então uma gigantesca cruz dourada que, desde o Oriente do mundo e tendo o Sol por centro básico, lançava os raios divinos que, depois de atravessar o infinito espaço penetravam em meu plexo solar.

Eu me encantava combinando inteligentemente esse exercício com a entoação mântrica da vogal U, prolongando o som como é devido: UUUUUUU. (As Três Montanhas).

* A vogal I desperta o chacra frontal e nos torna clarividentes.

* A vogal E desperta o chacra da tireóide e nos faz clariaudientes.

* A vogal O desperta o chacra do coração e nos faz intuitivos.

* A vogal U desperta o plexo solar e nos torna telepáticos.

* A vogal A desperta os chacras pulmonares para recordar as encarnações passadas.

As vogais mencionadas são vocalizadas sustentando o som longamente em cada uma, combinando mentalmente a vocalização com o pranaiama. Podem ser vocalizadas na seguinte ordem: IIIIII EEEEEE OOOOOO UUUUUU AAAAAAA.

Deve-se imitar mentalmente o som do ar, do furacão, da vrisa; cada letra deve ser vocalizada separadamente (Mistérios Maiores).

* As vogais I-E-O-U-A são distribuídas na seguinte ordem:

I...Plexo Frontal.

E...Plexo Laríngeo.

O...Plexo Cardíaco.

U...Plexo Solar.

A...Plexos dos Pulmões

Podemos meditar em cada uma destas vogais, fazendo-as passar desde o entrecenho ao pescoço, coração, plexo solar, pernas e pés, para despertar todos os nossos poderes ocultos (Mistérios do Fogo).

* O verbo nasce sempre de imaculadas concepções. O verbo é sempre filho de virgens puríssimas. A Mãe do verbo é sempre uma mulher. Jesus crucificado em sua cruz sangrando e cheio de dor dirigindo-se a sua mãe disse: “Mulher, eis aqui teu filho” (João 19:26). Referindo-se a João que estava junto a Maria. Depois disse ao discípulo: “Eis aqui a tua mãe”. E desde aquele momento o discípulo (João) a recebeu consigo” (João 19:27).

João se decompõe nas cinco vogais, assim: I.E.O.U.A.N. Com estas cinco vogais formamos os mantras. João é o verbo (a Grande Palavra).

“Da mesma forma que Moisés levantou a serpente no deserto, assim também é necessário que o Filho do Homem seja levantado” (João 3:14). Aquele que encarná-lo, levanta-o, ressuscita-o dentro de si mesmo.

“De certo, de certo te digo que o que sabemos falamos e o que vimos testemunhamos; E não recebi nosso testemunho” (João 3:11). Nosso Divino Salvador dá testemunho do que viu e experimentou por si mesmo. Jesus é o filho da água e do fogo. A Mãe do Verbo é sempre uma mulher. “E ninguém subiu ao Céu, senão aquele que desceu do Céu, o Filho do Homem que está no Céu, não pode subir ao Céu. Só o Filho do Homem sobe ao Céu porque desceu do Céu”.

Tudo vive pelo Verbo. Tudo se sustenta pelo Verbo. As cinco vogais I .E.O.U.A., ressoa como uma harpa milagrosa do Cosmo infinito, no fogo flamígero, no ar impetuoso, nas ondas embravecidas e na perfumada terra.

A vocal “I” faz vibrar o chacra frontal.

A vocal “E” faz vibrar o chacra laríngeo.

A vocal “O” faz vibrar o chacra do coração.

A vocal “U” faz vibrar o chacra do plexo solar.

A vocal “A” faz vibrar o chacra dos pulmões.

Uma hora diária de vocalização nos desenvolve e também a todos esses chacras, discos ou rodas magnéticas do corpo astral. Deverá inalar pelas fossas nasais o prana, a vida, exalando pela boca e vocalizando. Cada vogal tem seu grande poder. É preciso alargar e sustentar o som de cada vogal para despertar os chacras. Quando morávamos no Édem, todos os sons das vogais vibravam dentro de nosso organismo. Agora devemos voltar a despertar esses milagrosos sons da natureza em todos os chacras do corpo astral.

Na Arcádia, naqueles tempos antigos da natureza éramos homens parasisíacos. Lamentavelmente, a Lira de Orfeo caiu sobre o pavimento do templo, despedaçada. Agora devemos orar, meditar, transmutar e vocalizar para que a Ave Fênix resuscite de suas próprias cinzas (Mensagem de Aquário).

* As vogais I.E.O.U.A., tem grandes poderes curativos: a vogal “I” faz o sangue subir à cabeça, cura os órgãos do cérebro e desenvolve a clarividência. A vogal “E” faz o sangue subir à laringe, cura as enfermidades da laringe e desenvolve o ouvido mágico. A vogal “O” leva o sangue ao coração, cura esse órgão e desperta a intuição. A vogal “U” leva o sangue até o plexo solar, desperta o sentido da telepatia e cura as enfermidades do estômago. A vogal “A” leva o sangue aos pulmões conferindo-nos o poder de recordar as nossas reencarnações passadas, curando as doenças desse órgão.

As vogais anteriormente mencionadas são vocalizadas combinando com a letra N, assim: IIIIIIINNNNNNN EEEEEEENNNNNNN OOOOOOONNNNNNN UUUUUUUNNNNNNNAAAAAAANNNNNNN.

Uma hora diária de vocalização, durante toda a vida, nos torna magos. Pode-se vocalizar com a laringe, com a mente, com o coração, meditando nas forças destas cinco vogais tal como ensinamos nas páginas anteriores (Medicina Oculta).

—Con los Mantras I, E, O, U, A—

El doctor Krumm Heller aconsejaba a sus discípulos una hora diaria de vocalización. Decía el Doctor Krumm Heller que se debía vocalizar en el siguiente orden: IIIII...EEEEE...OOOOO...UUUUUU...AAAAA.

Aconsejaba el Doctor Krumm Heller llevar el sonido de cada vocal desde la cabeza hasta los pies. Quería decir el Doctor Krumm Heller que nos identificáramos con el sonido, llevándolo imaginativamente desde la cabeza hasta los pies y que así despertarían todos los poderes del hombre.

El método de Krumm Heller es como sigue: IIIIII EEEEEE OOOOOO UUUUUU AAAAAAAA.

Decía el Doctor Krumm Heller que el discípulo debía vocalizar una hora diaria; era el sistema que enseñaba el gran Maestro Huiracocha (Krumm Heller).

Nosotros con los hermanos de la Sierra Nevada de Santa Marta, allá en nuestro Summum Supremum Sanctuarium Gnóstico, vocalizábamos haciendo cadenas o también vocalizábamos solos, individualmente cada uno (El Poder de los Mantras).

* Es urgente que todos los hermanos gnósticos comprendan en esta navidad de 1965, la necesidad de estudiar música.

Es urgente que todos los hermanos gnósticos canten siempre las cinco vocales I, E, O, U, A.

Es necesario comprender el valor de la palabra y no profanarla con pensamiento indigno. Filosofía Gnóstica

* Las vocales I-E-O-U-A se vocalizan en la forma siguiente:

I. PLEXO SOLAR
E. PLEXO LARÍNGEO
O. PLEXO CARDÍACO
U. PLEXO SOLAR
A. PLEXO PULMONAR

El que aprende a meditar en el chacra ajna adquiere los 8 poderes mayores y los 32 poderes menores. La clarividencia psíquica es una puerta abierta ante ti, pero es necesario que adquirieras la potencia, guardes la palabra del Señor, para que no caigas en tentación. Misterios Mayas

* Chacra frontal. Facultad: clarividencia. Se desarrolla con la entonación de la vocal I, así: iiiiii...

* Chacra laríngeo. Facultad: oído mágico. Se desarrolla cantando la vocal E, así: eeeeee...

* Chacra cardíaco. Facultades: intuición, inspiración, desdoblamiento astral, etc., etc., etc. Se desarrolla vocalizando la letra O, así: ooooo...

* Chacra umbilical. Facultad: telepatía. Se desarrolla entonando la vocal U, así: uuuuu...

* Chacras pulmonares. Facultad: recuerdo de existencias anteriores. Se desarrolla cantando la letra A, así: aaaaaaa...

I, E, O, U, A, es el orden de las vocales; con éstas letras se forman todos los mantras.

Decía el Doctor Krumm Heller que una hora diaria de vocalización era mejor que leer un millón de libros de seudo-esoterismo y seudo-ocultismo.

Yo entonces inhalaba con avidez suprema el prana cristónico, el aliento vital de las montañas, y luego exhalaba lentamente haciendo resonar la correspondiente vocal.

Para mayor claridad manifiesto que cada vocal iba precedida por una inhalación y sólo resonaba al exhalar (es obvio que inhalaba por las fosas nasales y exhalaba por la boca).

Resultados concretos. Todos mis chacras astrales o centros magnéticos intensificaron su actividad vibratoria rotando positivamente, de izquierda a derecha como las manecillas de un reloj, visto no de lado, sino de frente.

Ejercicio retrospectivo. Con mucha didáctica nos enseñó el profesor cierto ejercicio retrospectivo maravilloso. Nos aconsejó jamás movernos entre el lecho en el instante del despertar, explicándonos que con tal movimiento se pierden los recuerdos.

Es incuestionable que durante las horas del sueño las almas humanas viajan fuera del cuerpo físico. Lo importante es no olvidar nuestras experiencias íntimas al regresar al cuerpo.

Nos indicó practicar en ese preciso momento un ejercicio retrospectivo con el inteligente propósito de recordar hechos, ocurrencias y lugares visibles en sueños.

Resultados. Declaro solemnemente que tal ejercicio psíquico me resultó asombroso, porque mis recuerdos se hicieron más vívidos, intensos y profundos.

Plexo solar. De acuerdo con las instrucciones del profesor, diariamente, preferiblemente al salir el sol, me sentaba cómodamente en un delicioso sillón con el rostro hacia el oriente.

En forma extraordinaria imaginaba entonces una gigantesca cruz dorada que, desde el Este del mundo y teniendo al astro rey por centro básico, lanzaba rayos divinos que después de atravesar el infinito espacio penetraban mi plexo solar.

Me encantaba combinar inteligentemente tal ejercicio con la entonación mántrica de la vocal U, prolongando el sonido como es debido: uuuuuuuuuuuuu. (Las Tres Montañas).

* La vocal I despierta el chacra frontal y nos hace clarividentes

* La vocal E despierta el chacra tiroideo y nos hace clariaudientes.

* La vocal O despierta el chacra del corazón y nos hace intuitivos.

* La vocal U despierta el plexo solar y nos vuelve telepáticos.

* La vocal A despierta los chacras pulmonares para recordar las pasadas encarnaciones.

Las vocales mencionadas se vocalizan sosteniendo el sonido muy largamente en cada una, combinando mentalmente la vocalización con el pranayama. Se pueden vocalizar en el siguiente orden: IIIIII EEEEEE OOOOOO UUUUUU AAAAAAA.

Se imitará mentalmente el sonido del aire, del huracán, de la brisa; cada letra debe vocalizarse por separado (Misterios Mayores).

* Las vocales I-E-O-U-A, se distribuyen en el siguiente orden:

I...Plexo Frontal.

E...Plexo Laríngeo.

O...Plexo Cardíaco.

U...Plexo Solar.

A...Plexos de los Pulmones

Podemos Meditar en cada una de estas vocales, haciéndolas pasar desde el entrecejo al cuello, corazón, plexo solar, piernas y pies, para despertar todos nuestros poderes ocultos (Misterios del Fuego).

* El verbo nace siempre de inmaculadas concepciones. El verbo es siempre hijo de vírgenes purísimas. La madre del Verbo es siempre una mujer. Jesús crucificado en su cruz sangrando y lleno de dolor dirigiéndose a su madre dijo: “Mujer, he ahí a tu hijo”. (Juan 19:26). Refiriéndose a Juan que estaba junto a María. “Después dice al discípulo: He ahí a tu madre. Y desde aquella hora el discípulo (Juan) la recibió consigo”. (Juan 19:27).

Juan se descompone en las cinco vocales, así: I.E.O.U.A.N. Con estas cinco vocales formamos los mantram. Juan es el verbo (La gran palabra).

“De cierto, de cierto te digo que el que no naciere del agua (semen) y del espíritu (fuego), no puede entrar en el reino de Dios”. (Juan 3:5). Todos los 21 versículos del capítulo 3 de San Juan, encierran el Gran Arcano. El Arcano A-Z-F, es el gran arcano.

“Y como Moisés levantó la serpiente en el desierto, así es necesario que el Hijo del hombre sea levantado” (Juan 3:14). Aquel que lo encarne, lo levanta, lo resucita dentro de sí mismo.

“De cierto, de cierto te digo, que lo que sabemos hablamos, y lo que hemos visto testificamos; Y no recibís nuestro testimonio” (Juan 3:11). Nuestro divino Salvador da testimonio de lo que él vio y experimentó por sí mismo. Jesús es hijo del agua y del fuego. La Madre del Verbo es siempre una mujer. “Y nadie subió al cielo, sino el que descendió del cielo, el Hijo del hombre que está en el cielo”. (Juan 3:13). Debemos disolver el yo. El yo no vino del cielo, no puede subir al cielo. Solo el Hijo del hombre sube al cielo porque descendió del cielo.

Todo vive por el Verbo. Todo se sostiene por el Verbo. Las cinco vocales I.E.O.U.A., resuenan como un arpa milagrosa del cosmos infinito, en el fuego flamígero, en el aire impetuoso, en las olas embravecidas, y en la perfumada tierra.

La vocal “I” hace vibrar el chacra frontal.

La vocal “E” hace vibrar el chacra laríngeo.

La vocal “O”·hace vibrar el chacra del corazón.

La vocal “U” hace vibrar el chacra del plexo solar.

La vocal “A” hace vibrar el chacra de los pulmones.

Una hora diaria de vocalización nos desarrolla y desenvuelve todos estos chacras, discos, o ruedas magnéticas del cuerpo astral. Deberá inhalarse por las fosas nasales el prana, la vida, y luego exhalarlo por la boca vocalizando. Cada vocal tiene su gran poder. Hay que alargar y sostener el sonido de cada vocal, para despertar los chacras. Cuando morábamos en el edem, todos estos sonidos de las vocales vibraba dentro de nuestro organismo. Ahora debemos volver a despertar estos milagrosos sonidos de la naturaleza en todos los chacras del cuerpo astral. Allá en la Arcadia, en aquellos tiempos antiguos de la naturaleza, éramos hombres paradisíacos. Desgraciadamente la Lira de Orfeo, cayó sobre el pavimento del Templo, hecha pedazos. Ahora debemos orar, meditar, transmutar y vocalizar para que el Ave Fénix resucite de entre sus propias cenizas (Mensaje de Acuario).

* Las vocales I.E.O.U.A., tienen grandes poderes curativos: la vocal «I» hace subir la sangre a la cabeza, cura los órganos del cerebro y desarrolla la clarividencia. La vocal «E» hace subir la sangre a la laringe, cura las enfermedades de ésta y desarrolla el oído mágico. La vocal «O», lleva la sangre al corazón, cura dicho órgano y nos despierta el sentido de la intuición. La vocal «U», lleva la sangre al plexo solar, nos despierta el sentido de la telepatía y nos sana el estómago. La vocal «A», lleva la sangre a los pulmones confiriéndonos el poder de recordar nuestras pasadas reencarnaciones a la vez que los sana.

Las vocales antes mencionadas se vocalizan combinadas con la N así: iiiiiinnnnnn eeeeeennnnnn oooooonnnnn uuuuuunnnnnn aaaannnnn.

Una hora diaria de vocalización, durante toda la vida, nos vuelve magos. Se puede vocalizar con la laringe, con la mente, con el corazón, meditando en las fuerzas de estas cinco vocales, tal como lo enseñamos en páginas precedentes (Medicina).

Retornar

CURSO DE GNOSIS

Com o maior prazer iniciamos o Curso de Gnosis. Colocamos a sua disposição as primeiras conferências, de uma série muito completa, como uma ferramenta a mais com a qual podemos adentrar no Sagrado Ensinamento Gnóstico.

Com essas conferências, o estudo sistemático dos livros do V. M. Samael Aun Weor, que certamente são insubstituíveis, e a prática de tudo que foi estudado, estamos seguros que serão obtidos os resultados concretos que todos anelamos.
1.- ¿O que é Gnosis? 7.- Evolução e Involução
2.- Personalidade, Essência e Ego 8.- A Coyolxauhqui
3.- Questionário 9.- Os Quatro Estados de Consciência
4.- A Lei do Carma 10.- As Sete Ralças
5.- O Plano Astral 11.- Os Mistérios do Sexo
6.-Os Mistérios da Muerte 12.- Retorno, Recorrência e Reencarnação

Retornar

VIDEO CONFERENCIAS

Com o seguinte vídeo acerca da Reencarnação iniciamos uma série de conferências, muito didáticas, para que você desfrute, aproveite e também compartilhe com outras pessoas. Caso você deseje sugerir algum tema especial não deixe de nos escrever: Icglisaw.aracaju.brasil@gmail.com

Video 1: A reencarnação
 

Video 2: Os mistérios da mente

Video 3: Prática de relaxamento mental

Video 4: Os chakras e os poderes da alma
 

Video 5: Prática para ativar o chakra coronario

Video 6: Prática para ativar o chakra frontal

Video 7: Biografía Mestra Litelantes

Video 8: O super- homem

Video 9: CONVENÇÃO À GLÓRIA DE TONANTZIN!
 

Retornar

*****
E-mail: icglisaw.aracaju.brasil@gmail.com / louidourado@hotmail.com / louidourado@gmail.com